Vigilante mata mulher que se recusava à retomar relacionamento


A Polícia Militar de Alagoas registrou mais um caso de feminicídio na cidade de Maragogi, no litoral norte do Estado. O assassino, acusado de violência doméstica, matou a ex-companheira que se recusava a voltar para ele. O feminicídio ocorreu na tarde deste domingo (19) em Barra Grande, zona rural do município. A vítima, identificada como Amara Maria Santos de Lima, 24 anos, foi assassinada com um tiro na cabeça, na residência onde passou a residir após deixar o vigilante Clesivaldo Saturnino da Silva, 33 anos. Na tarde de ontem, Clesivaldo voltou a procurar a ex, chamou na porta de casa e perguntou se a vítima aceitava voltar pra ele, diante da negativa, ele atirou contra a mãe da sua filha e depois se matou. Familiares da vítima informaram à polícia que Amara já havia denunciado o então companheiro por violência doméstica. O casal deixa uma filha. Militares do 6º BPM estiveram no local realizando os primeiros levantamentos. Os corpos foram periciados encaminhados ao Instituto Médico Legal de Maceió para os procedimentos cabíveis.

© 2020 - Blog Panorama - As notícias políticas mais importantes do Alto Sertão de Alagoas.