Diretoria do CSA confirma saída de mais dois jogadores na Série A

Paulo Victor Malta

A diretoria azulina apostou em jogadores sul-americanos para a temporada 2019, mas os investimentos não têm dado resultado ao longo do ano. O departamento de futebol marujo confirmou nesta quarta-feira (14) que os atacantes Manga Escobar e Julián Benítez não fazem mais parte dos planos para o restante do semestre. Manga Escobar tem vínculo com o CSA até a próxima segunda-feira (19) e não vai ter o contrato renovado, enquanto Julián Benítez, que assinou até dezembro, não está nos planos do técnico Argel Fucks e, segundo a direção do CSA, deve ser emprestado para o Vila Nova na Série B do Brasileiro.  

O colombiano Manga Escobar, de 28 anos, chegou no início da temporada, mas, assim como o compatriota Pablo Armero, não engatou. Escobar disputou 11 jogos e marcou 2 gols, um diante do Santa Cruz na Copa do Nordeste e outro sobre o Coruripe na semifinal do Campeonato Alagoano. A última vez que pegou relação foi no empate em 1 a 1 com o Palmeiras, na segunda rodada da Série A do Brasileirão. O jogador foi afastado e treinou em separado desde então. Já o paraguaio Julián Benítez, de 32 anos, foi contratado dia 14 de junho ao lado de Keirrison, que teve a contratação cancelada dias depois do anúncio. Benítez jogou apenas na derrota para o Sport, no amistoso durante a pausa do Brasileirão para a Copa América. O atacante foi regularizado dia 9 de julho, mas não disputou uma partida sequer na Série A.  

© 2020 - Blog Panorama - As notícias políticas mais importantes do Alto Sertão de Alagoas.