Senadores de AL repercutem invasão ao Congresso dos Estados Unidos


A invasão ao Congresso dos Estados Unidos, que deixou quatro pessoas mortas e feridos nessa quarta-feira (09), repercutiu entre o Legislativo brasileiro e em todo mundo. Com os senadores por Alagoas não foi diferente. Em seu Twitter, Fernando Collor de Mello (PROS) fez votos para que o processo eleitoral fosse devidamente concluído. “As cenas de hoje do Capitólio impressionam pelo seu forte simbolismo. A normalidade do rito democrático precisa prevalecer”. Já Renan Calheiros (MDB) ressaltou que os apoiadores do presidente americano Donald Trump no Brasil permaneceram calados “melhor assim”. “O mundo chocado com as imagens de Washington. Hordas de desordeiros insuflados por mentiras de Trump pisoteiam a Constituição e afrontam a democracia”. Rodrigo Cunha (PSDB) disse que estava “extremamente preocupado” com que houve no Congresso americano. “É inadmissível qualquer ato violência à democracia. Não podemos retroceder”, escreveu também em seu Twitter.

© 2020 - Blog Panorama - As notícias políticas mais importantes do Alto Sertão de Alagoas.